Investimentos: é preciso respeitar o tempo

Você já deve ter ouvido aquela expressão “o tempo é dinheiro”. E, provavelmente, não imagina o quanto isso é verdade. No ramo financeiro, essa teoria é levada extremamente a sério e a diversificação temporal, um conceito definido por Peter Bernstein, da Universidade de Harvard, implica muito na hora de investir.

O problema é que a prática financeira brasileira não costuma seguir muito esse princípio. A impaciência dos brasileiros é o principal obstáculo para os bons resultados dos investimentos.

Costuma-se avaliar os investimentos mensalmente, como se os valores pudessem se multiplicar em menos de 30 dias. O reflexo desse hábito se comprova quando no primeiro dia útil de todos os meses são publicados rankings de modalidades de investimentos em ordens de rentabilidade. A bolsa é avaliada entre quedas e altas e comparada quase diariamente com os países vizinhos.

No entanto, tais movimentos mensais são desprezíveis para aplicações, mesmo as de curto prazo, que precisam de um acumulado para obterem resultados. A preocupação com o desempenho mensal gera reações prejudiciais e até mesmo desilusões desnecessárias em relação ao futuro do investimento.

Também parece difícil entender os momentos de baixas de um investimento. Mas, em determinados casos de rendas variáveis, as cotas baixas de um mês podem significar ganho real no mês seguinte. A oscilação precisa ser considerada como benéfica nesses casos e, se o investimento estiver nas mãos de bons administradores, os resultados serão definitivamente bons. 

Por isso é tão importante ater-se ao planejamento inicial, sendo disciplinado e paciente na gestão da carteira. Permita que o tempo possa refletir suas virtudes. O imediatismo gera pânicos e as atitudes tomadas no desespero podem implicar em perdas irreparáveis para a sua independência financeira.

Alardes de relatórios mensais só devem ser levados em consideração caso a sua retirada esteja programada para aquele momento, ainda que até nestes casos é possível remanejar para obter lucros. Com disciplina, todo investimento é rentável e irá gerar riquezas importantes para o seu futuro.

Texto assinado por Henri Claudino Machado, diretor administrativo-financeiro da CELOS.

Investimentos: é preciso respeitar o tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acompanhe nossas atualizações