Marketing Digital: Conheça 5 tendências para 2021

Marketing Digital: Conheça 5 tendências para 2021

No marketing digital – assim como em qualquer mercado que se baseia nos hábitos de consumo – as ferramentas, aplicativos e outras tendências são pautadas pelas mudanças de comportamento dos usuários e devem responder às suas necessidades e desejos. Em 2021 não será diferente! 

Tudo que passamos em 2020 em função da pandemia da covid-19 transformou nossas vontades e serviu como um catalisador de transformações digitais, adiantando em alguns anos o uso de tecnologias e alterando o modo como as consumimos. E, é possível dizer, com toda certeza, que a necessidade de isolamento e distanciamento social e a rapidez com que se buscou alternativas para realização de atividades remotamente pautarão as tendências no marketing digital no próximo ano.

Para que você possa entender melhor o que vai estar em alta no marketing digital em 2021, listamos 5 pontos que não poderão faltar na estratégia da sua empresa.

TENDÊNCIAS DO MARKETING DIGITAL 2021

Experiências remotas em tempo real

O distanciamento social e o home office obrigaram as pessoas a permanecerem em casa por mais tempo e, logo no início da pandemia, a transmissão de shows, palestras, aulas e outros eventos ao vivo foi uma das formas encontradas para manter alguma conexão com o mundo externo. Assim, as lives viraram peças fundamentais para o lazer, o trabalho e os estudos. 

Mesmo com a perspectiva da vacinação e da volta às atividades pessoais, entre webinars, entrevistas e palestras transmitidas online, ainda há muito a ser explorado pelas marcas, principalmente pelo fato de que o formato dessas lives permite um alcance maior do público. 

E, mesmo quando eventos presenciais estiverem normalizados, eles deverão se transformar em eventos híbridos, com participações in loco e virtuais. 

Valorização de conteúdos interativos

Esse é mais um ponto trazido pelo distanciamento social em razão da pandemia. Embora os conteúdos interativos não sejam novidade no marketing, dessa vez eles surgem – também – para suprir a necessidade de interação.

Nesse sentido, as empresas podem oferecer conteúdos como jogos, quizzes, questionários e infográficos, entre outros materiais, que permitam interagir com os usuários e fazer com que os clientes criem afinidades com a marca.

Explosão do TikTok e do Reels 

Na última década, assistimos à ascensão e à queda de algumas redes sociais e de ferramentas dentro de outras redes sociais. Por isso, é preciso se manter sempre atento ao que está em alta e sair na frente na produção de conteúdos próprios para determinados formatos.

Logo no início da quarentena, o TikTok foi o aplicativo mais baixado no mundo, com mais de dois bilhões de downloads no primeiro trimestre de 2020! Já no segundo semestre, percebemos uma forte mudança nos algoritmos do Instagram, que passou a oferecer mais Reels e posts patrocinados.

A tarefa para o próximo ano é explorar ao máximo essas ferramentas e adequar a produção de conteúdo aos algoritmos dessas plataformas, a fim de manter o bom posicionamento na rede.

Humanização e comprometimento

Sabemos que o mundo digital é feito de números, dados e estatísticas, no entanto, o marketing é feito para as pessoas, que, cada vez mais, exigem tratamento personalizado e que valorizam a experiência, o sentir e o fazer. 2020 escancarou as fraquezas e os medos humanos e também fortaleceu alguns laços. 

As marcas também se viram frágeis, precisando atravessar uma crise nunca imaginada. Nesse processo, houve um forte movimento das marcas em assumirem suas posições sociais – inclusive políticas – a fim de se humanizarem e se conectarem com as pessoas

O público está buscando conhecer os valores e propósitos das marcas que consomem e valorizam a transparência das ações e seu posicionamento em questões como diversidade, sustentabilidade e apoio às minorias. Tudo isso deve ser mostrado nas ações de marketing digital. 

Slow content: Menos volume, mais qualidade

Em 2021, será mais importante agradar ao público-alvo do que ao SEO do Google. Nesse sentido, para ser realmente interessante, o conteúdo deverá ser bem produzido, com pesquisas consistentes que ofereçam respostas às questões dos usuários e não mais um emaranhado de palavras-chave que funcionam bem nos mecanismos de busca, mas nem sempre são relevantes ao leitor.

Com tanta oferta de materiais sobre praticamente todos os assuntos, vai se destacar quem oferecer um conteúdo aprofundado e bem trabalhado, que demonstre os propósitos da empresa e que façam o público se conectar à marca.

Tudo isso demanda tempo de pesquisa, de estudos de mercado, de alinhamento de estratégias, de análise de dados e de produção até que o produto final esteja perfeito para o seu público.

Por

Estrutura de Comunicação

Estratégias Digitais Integradas


Somos especialistas em comunicação digital completa para a sua empresa ter ainda mais valor.


Receba conteúdos especiais

Assine nossa
newsletter

Preencha os campos abaixo