Por que é importante um jornalista na comunicação integrada

No dia 7 de abril é comemorado o Dia do Jornalista, um profissional extremamente importante para os resultados da assessoria de imprensa. O jornalista tem a função de cuidar da imagem do cliente e fortalecer a presença da empresa, da associação, organização e até mesmo instituições públicas.

Isso envolve a preparação de textos informativos, a busca pela divulgação das notícias para o público-alvo e o gerenciamento de possíveis crises. Quando pensamos em notícias oficiais, a assessoria de imprensa é contatada para enviar dados confiáveis.

Para conseguir bons resultados nestas tarefas, o trabalho do jornalista é fundamental. Está na essência do jornalismo a responsabilidade pela informação e a aguçada visão do que é de fato notícia. O especialista também tem familiaridade com os veículos e entendimento de como funciona a rotina da mídia.

Ele é responsável pela comunicação como um todo e precisa se sentir parte do negócio, além de estar preparado 24 horas. Tem que trabalhar no preventivo, dominando as políticas e normas de comunicação da empresa. Deve buscar agilidade e ter potencial de crise para administrar as informações.

 

Relacionamento

Ter contatos e relacionamento com os jornalistas das redações é uma das principais funções do assessor de imprensa. Os follow ups e outras ações de relacionamento se tornam essenciais na comunicação desses profissionais com ofícios distintos, porém fundamentais na cadeia de produção de conteúdo.

Quem está na rotina dos veículos de mídia garante que os jornalistas enxergam o assessor como um parceiro que complementa seu trabalho. Em contrapartida, os assessores estão a par da situação atual das redações da imprensa e sabem que, para que um conteúdo seja emplacado, precisa ser relevante. Por isso são necessárias algumas habilidades desse profissional:

– Ser um bom negociador, conhecendo bem a pauta que está oferecendo e o seu real potencial e importância para a sociedade.

– Tratar assuntos com objetividade e manter a conversa fluida sempre que possível, para facilitar o entendimento do assunto.

– Conhecer a rotina da redação e a linha editorial do veículo, bem como os jornalistas das editorias de interesse. Assim, evitar ligar em momentos de fechamento dos jornais, por exemplo.

– A grande imprensa é somente um dos caminhos e espaços, pois existem também os blogs e as redes sociais que podem também dar resultados rápidos e positivos para a imagem do cliente assessorado.

E para conquistar espaço nos veículos de comunicação, o assessor recorre à ferramentas importantes.

 

Títulos criativos

O título que está nos e-mails de release pode ser potenciais títulos de matéria, caso o assessor trabalhe bem essa ideia.

Além disso, este é o gancho que pode definir se a pauta enviada é realmente interessante para o público do jornalista, assim que ele recebe o material.

Com um material estrategicamente pensado, o jornalista pode garantir um retorno sobre a sugestão de pauta que encaminhou.

 

Particularidades da parceria

Além de sugerir uma reportagem sobre alguma ação do cliente, é importante que o assessor busque mais fontes, além das informações oficiais.

Para aumentar a credibilidade, relatos que afirmem a veracidade das informações, vindas de outras direções, são fundamentais.

Podemos dizer que o jornalista e o assessor de imprensa atuam de forma dependente. E para obter avanços positivos, é necessário que ocorra uma troca de atitudes profissionais alinhadas a ideais próximos: a divulgação da notícia com alto engajamento.

 

jornalista na comunicação integrada

Por que é importante um jornalista na comunicação integrada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *