Entenda o que é ESG e como levar o conceito para a sua empresa

Entenda o que é ESG e como levar o conceito para a sua empresa

O Brasil é um país de empreendedores. Em todo território nacional são 21 milhões de empresas ativas, de acordo com dados do Ministério da Economia atualizados no primeiro semestre de 2021. A maior parte desses negócios, 75%, são de micro a médio porte, e apenas 15% registram um faturamento superior a R$20 milhões/ano. No entanto, o que todas as empresas deveriam ter em comum é o entendimento a respeito do conceito de ESG, que na prática significa ter responsabilidade ambiental, social e de governança corporativa.

A sigla ESG carrega consigo um conceito que está chamando atenção do mundo empresarial, principalmente depois de um ano em que todos viveram a pandemia. O termo, que em inglês se refere à  “Environment, Social and Governance”, é traduzido como “Ambiental, Social e Governança”. 

Esse conceito leva os conselhos administrativos, CEOs e diretores a buscarem políticas internas de desenvolvimento a respeito desses pontos para tornar as empresas melhor avaliadas e mais atraentes para os investidores.

ESG e o valor percebido das empresas 

As empresas de grande porte, com faturamentos milionários, são as que mais buscam aderir ao conceito de ESG, contudo, analisando na prática o que o termo representa, todos os negócios devem estar alinhados com boas práticas para o meio ambiente, sociedade e governança.

No mercado corporativo e de acionistas, uma empresa tem maior valor quando é mais seguro investir nela. Quanto mais disposta elas estão para solidificar sua importância para a sociedade, melhor serão avaliadas na hora de vender suas ações.

Por que a sigla ESG é importante para o mundo empresarial

A importância de dar atenção ao conceito EG está diretamente relacionada às empresas que buscam uma colocação no mercado com o objetivo de fazer a diferença em seu segmento. 

Cada vez mais os gestores das empresas compreendem a importância social dos negócios. E isso se desdobra com a participação ativa em programas de incentivo à capacitação, campanhas de retorno à sociedade de investimentos que geram novas escolas e ações de educação e desenvolvimento, além da atenção aos cuidados de necessidades básicas.

Entretanto, as empresas que também enxergam a necessidade de criar equipes plurais, com representantes da sociedade independentemente da orientação sexual, credo ou raça, são as que estão abrindo os olhos para o seu papel de envolvimento em uma transformação cultural.

Como aderir ao conceito na prática?

Ter um negócio bem encaminhado, ativo socialmente e com responsabilidade ambiental, pode ser uma grande meta para conquistar. Para você saber na prática como iniciar os ajustes aos conceitos da sigla ESG, vamos detalhar a seguir alguns pontos:

Responsabilidade ambiental no conceito ESG 

Uma empresa ambientalmente responsável é aquela que está interessada em reduzir o consumo de recursos naturais e causar o menor desgaste possível em seu entorno. Por isso, algumas práticas utilizadas são:

  • Redução da emissão de CO2;
  • Gestão e destino correto para os resíduos;
  • Cuidado com as nascentes e rios que cercam a empresa/indústria;
  • Reuso de água e outros recursos naturais.

Atuar com esses marcadores demonstra que a empresa pensa no presente e no futuro, e que dá valor ao local onde está, entendendo que não pode danificar o que não tem reposição.

Responsabilidade Social para o conceito ESG

Quando uma indústria, comércio ou empresa de serviços tem responsabilidade social ela entende que deve gerar um impacto positivo para a sociedade que está inserida. São diversas ações que demonstram essa capacidade, entre elas:

  • Programas relacionados à educação e capacitação de colaboradores, familiares e grupos da comunidade;
  • Incentivo aos cuidados com a saúde física e emocional dos grupos sociais que estão ligadas;
  • Promoção de estratégias e patrocínios que vão gerar segurança e cuidado no apoio a causas de inclusão social.

Governança Corporativa é um dos pilares de ESG

As empresas que estão em busca de uma colocação no mercado com base nos pilares ESG reconhecem que a Governança Corporativa é um fator que abarca toda uma estratégia, envolvendo principalmente os altos escalões da corporação.

A Governança Corporativa está relacionada com quatro pilares:

  • Equidade: a empresa deve promover um tratamento de forma igualitária para todos envolvidos no processo relacionado ao trabalho. Não há lugar para desequilíbrio, principalmente no que diz respeito aos benefícios e tratamento.
  • Transparência: é fundamental compartilhar, com os colaboradores e parceiros, informações sobre a empresa que demonstre os planos e direcionamentos.
  • Prestação de contas: o relacionamento dos gestores com suas equipes, respeitando o nível de informação de acordo com os temas, deve incluir a prestação de contas para que a saúde da empresa seja um assunto de todos envolvidos.
  • Responsabilidade corporativa: é o conjunto dessas práticas e que demonstra o quanto a empresa de fato valoriza seus colaboradores, parceiros e o mercado no qual atua.

Está preparado para começar?

Agora que você já conhece o termo e a definição dos conceitos relacionados ao ESG, pode começar a traçar as metas para que sua empresa comece a trilhar esse percurso.

Além de estar mais próximo dos colaboradores, causar menos danos para o meio ambiente e organizar a empresa, os riscos de precisar de um gerenciamento de crise são muito menores! 

E lembre-se: a comunicação é fundamental para que todo esse processo ganhe ainda mais consistência e solidez. Organizar sua empresa é gerar mais conquistas para quem busca os resultados e também novos parceiros.

Por

Estrutura de Comunicação

Estratégias Digitais Integradas


Somos especialistas em comunicação digital completa para a sua empresa ter ainda mais valor.


Receba conteúdos especiais

Assine nossa
newsletter

Preencha os campos abaixo